Mais um passo com web2py

Web2py Logo

Recapitulando

No post anterior dei uma introdução sobre o que é o web2py e iniciamos a construção de uma aplicação, porém não através de um scaffolding (uma aplicação base).

Escrevemos um “hello world” personalizado onde o nome passado por argumento era retornado no corpo do retorno da nossa aplicação.

print

O próximo passo

Ainda sem uma aplicação bem definida decidi abordar um pouco da criação de um modelo e sua aplicação.

Este será então o nosso segundo hello world, criaremos um modelo, faremos sua exposição através da view e seu controle através de um controlador. Será dado uma pincelada como ter visões alternativas sobre o mesmo controlador.

Definindo o modelo

Crie um arquivo dentro do diretório models chamado db.py com o seguinte conteúdo:

db = DAL('sqlite://storage.sqlite')

db.define_table(
    'marcas',
    Field('nome')
)

db.define_table(
    'carros',
    Field('modelo', notnull=True),
    Field('ano', notnull=True),
    Field('marca', 'reference marcas'),
)

Agora temos definidos dois modelos de nossa aplicação, lembrando que estes modelos serão aplicados à visão e a persistência de dados.

O que acabamos de definir é que utilizaremos o sqlite como banco de dados, e neste banco de dados temos duas tabelas onde serão armazenados nossos dados.

Em uma delas temos uma lista de marcas, e em outra uma lista de carros associados a estas marcas. Todo carro deve possuir obrigatoriamente modelo, ano e marca.

Populando nossas tabelas

Ainda no arquivo db.py adicione as seguintes linhas:

# verifica se a tabela de marcas está vazia
if db(db.marcas).count() == 0:
    db.marcas.insert(nome='Fiat')
    db.marcas.insert(nome='Ford')
    db.marcas.insert(nome='Chevrolet')
    db.commit()

# verifica se a tabela de carros está vazia
if db(db.carros).count() == 0:
    db.carros.insert(modelo='Idea', marca=1, ano='2003')
    db.carros.insert(modelo='Ka', marca=2, ano='2004')
    db.carros.insert(modelo='Celta', marca=3, ano='2005')
    db.commit()

Temos 3 carros de 3 marcas distintas. Preste atenção no if que foi adicionado antes da inserção do carro, ele previne que a cada requisição carros repetidos sejam adicionados à tabela.

Lembre-se também que essa maneira de povoar os dados é somente para desenvolvimento e teste e pode ser apagado após os registros serem adicionados ao banco de dados. Apagar estas linhas evita duas consultas desnecessárias ao banco de dados.

Controlando o que será exibido

Vamos voltar ao nosso controlador, o arquivo default.py (hello/controllers/default.py)

Já vimos que o controlador recebe uma requisição, realiza processamento e retorna alguma resposta ao solicitante. Vamos então apagar o conteúdo de index e reescrevê-lo agora consultando os carros existentes em meu banco de dados.

O código será o seguinte:

def index():
    # pode ser traduzido como select * from carros
    # ou seja, todos os carros na tabela
    carros = db(db.carros).select()
    # dicionário que define as variáveis presentes no ambiente
    # durante renderização da template html
    return {'carros': carros}

Com essa alteração nossa visão também deve ser alterada. Para uma visualização interessante vamos fazer uma tabela. Edite o arquivo index.html (hello/views/default/index.html)

<!DOCTYPE html>
<html lang="pt-br">

<head>
    <meta charset="UTF-8">
    <title>Carros</title>
</head>

<body>
    <table class="table">
        <tr>
            <th>Modelo</th>
            <th>Marca</th>
            <th>Ano</th>
        </tr>
        {{for carro in carros:}}
        <tr>
            <td>{{=carro.modelo}}</td>
            <td>{{=carro.marca.nome}}</td>
            <td>{{=carro.ano}}</td>
        </tr>
        {{pass}}
    </table>
</body>
</html>

Um único detalhe que chamo atenção neste código é {{=carro.marca.nome}}, como as tabelas possuem relação o web2py irá ficar responsável por buscar o nome do modelo de cada carro. Visualize através da URL: http://localhost:8000/hello/default/index.json

Exibindo os mesmos dados de forma diferente

Já que temos uma resposta HTML, o quão será difícil retornar um JSON com estes mesmos dados para uma possível comunicação entre sistemas ou até mesmo para consumo de um aplicativo móvel?

Na verdade é extremamente simples. Apenas crie no mesmo diretório onde se encontra a view index.html um arquivo index.json com o seguinte conteúdo.

{{from gluon.serializers import json}}{{=XML(json(response._vars))}}

Para consultar visite a url: http://localhost:8000/hello/default/index.json

Então é isso pessoal!

Até a próxima!

{}‘s

Comments

comments powered by Disqus